Black Friday Brasil 2019: o que esperar?

Blog

Nos últimos anos, uma nova data de grande importância apareceu no calendário mercadológico: a Black Friday. Tradição “importada” dos Estados Unidos, onde acontece sempre logo após o feriado de Ação de Graças, a Black Friday acontece no Brasil desde 2011 – e, em 2019, será no dia 29 de novembro, pouco menos de um mês antes do Natal, que é a principal data para o comércio.

 

Agora é o momento de você, empresário, começar a pensar em quais as estratégias que irá tomar para alavancar as suas vendas, uma vez que mais da metade dos consumidores – 64% – já está fazendo pesquisas e cotações para a Black Friday brasileira. Trata-se de informação revelada pelo site TechTudo, a partir de pesquisa feita pelo Reclame aqui.

 

Com esse número bastante animador em vista, que tal agora analisarmos alguns outros números resultantes dessa mesma pesquisa, que desvenda algumas das principais tendências para a Black Friday Brasil. Vamos lá?

 

Black Friday Brasil – Tendências

 

Segundo dados da pesquisa, a pretensão de compra por parte dos consumidores entrevistados ficou, em sua maioria, na faixa entre R$ 1 mil e R$ 2 mil, somando 22%. Cerca de 10% dos consumidores pretende gastar mais do que R$ 3 mil, enquanto que aproximadamente 15% dos entrevistados pretende ser moderado nas compras, gastando entre R$ 400 e R$ 600.

 

Quanto às categorias, os preferidos do público são roupas, calçados e acessórios (com exceção de tênis), seguidos por smartphones, eletrodomésticos, televisores e câmeras fotográficas.

 

No âmbito geral, a tendência para a Black Friday 2019 é de crescimento com relação a 2018. Dados oficiais indicam que houve acréscimo de 23% no volume de vendas em 2018 se comparado com o ano anterior.

 

Black Friday: cuidados

 

Em contrapartida aos números positivos, o nome Black Friday tem ganhado contornos de má fama no Brasil após a divulgação de muitos casos de promoções disfarçadas. Muitas lojas sobem os preços alguns dias antes da data promocional para depois retornarem aos patamares originais, anunciando um desconto que não condiz com a realidade.

 

Em função disso, é recomendado às empresas participantes que desenhem suas estratégias de promoções sempre da forma mais transparente possível. Ou seja, aplicar descontos reais para seus clientes, de forma que se sintam beneficiados e que continuem a comprar seus produtos e acreditar nos descontos da Black Friday.

 

Black Friday para gráficas

 

Com a expectativa de aumento pontual nas vendas na Black Friday 2019, que não se restringe apenas ao dia de fato das promoções, muitas empresas deverão investir pesado em encomendas de embalagens e sacolas. Essa demanda deve ocorrer tendo em vista um grande volume de vendas em um curto espaço de tempo, o que pode gerar grandes pedidos.

 

Além disso, empresas devem engrossar a demanda por produtos gráficos promocionais, como banners, panfletos e flyers, com vistas a divulgar de forma massiva suas promoções da Black Friday.

 

Os números e prognósticos para a Black Friday Brasil de 2019 são bons – mas queremos saber de você, empresário e lojista, quais serão os resultados e as experiências deste ano. Conte para a gente! A Auremar Gráfica deseja que todos vendam muito!

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades!
Empresa associada:
Siga-nos nas Redes Sociais:

 
Ícone WhatsApp atendimento Auremar Gráfica